top of page

Argentina cria imposto sobre criptomoedas

O governo lançou um novo imposto no país que cobra impostos de corretoras de criptomoedas, de forma semelhante à CPMF



Em um decreto publicado na terça-feira (16), o governo da Argentina lançou um novo imposto no país que cobra impostos de corretoras de criptomoedas, de forma semelhante a Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF) no Brasil.


A nova taxa é cobrada apenas das exchanges, mas já é esperado por especialistas que as empresas que atuam no país acabem repassando esse custo para os clientes, provavelmente em forma de cobranças nas movimentações.


Em trecho do decreto, o governo destaca exceções em que não serão cobradas taxas, como pequenas e microempresas. Mas em determinado artigo ressalta que o mercado cripto não está incluído nesse caso.


“As exceções previstas neste decreto não serão aplicáveis nos casos em que a movimentação de fundos estiver vinculada a compra, venda, permuta, intermediação ou qualquer outra operação sobre criptoativos, criptomoedas, moedas digitais ou instrumentos similares”, diz o texto.


Fonte: InfoMoney

Comments


bottom of page