top of page

Binance abandona ideia de ‘descentralização’ e vai anunciar sede em breve, diz CZ

A informação foi dada pelo CEO da plataforma, Changpeng Zhao, CZ, em uma entrevista ao Financial Times Crypto and Digital Assets Summit.



Após sofrer o escrutínio regulatório de diversos países do mundo, a Binance – uma das maiores exchanges de criptomoedas do mundo – abandonou sua filosofia de “descentralização” e está prestes a anunciar sua sede oficial.


A informação foi dada pelo CEO da plataforma, Changpeng Zhao, CZ, em uma entrevista ao Financial Times Crypto and Digital Assets Summit.


Conforme destacou CZ, a Binance já definiu onde ficará a sua “estrutura corporativa tradicional”: “anunciaremos isso em breve”, disse.


“Se você deseja ser uma exchange centralizada, como é a Binance.com, e deseja ter acesso ao banco tradicional […], você precisa retroceder um pouco e seguir as regras dos sistemas financeiros tradicionais. Você precisa ter uma sede corporativa, uma empresa-mãe e obter licenças”, completou.


Binance terá sede para atender reguladores


Ainda durante a entrevista, o executivo bilionário reconheceu que a empresa precisou mudar o rumo dos negócios para poder operar globalmente.


Conforme noticiado pelo CriptoFácil, no ano passado, reguladores do Reino Unido, Japão, Ilhas Cayman, Cingapura, Itália e vários outros alertaram sobre a irregularidade das atividades da corretora.


Inicialmente, CZ afirmava que a empresa são tinha uma sede oficial porque suas operações eram “descentralizadas”. Naturalmente, essa justificativa não convenceu os reguladores que passaram a apertar o cerco contra a exchange.


Desde então, a Binance vem tomando uma série de medidas para tentar reduzir a pressão regulatória. E agora, ao que parece, vai anunciar seu país-sede.


“Quando começamos, queríamos abraçar a filosofia descentralizada de não haver escritórios, sedes, entidades corporativas… Nada disso é necessário se você executar uma criptomoeda pura. Mas assim que você quiser obter licenças, você tem que ter o que chamamos de estruturas tradicionais, o que fazemos agora.”


Sede da Binance


CZ observou ainda que agora a empresa tem entidades licenciadas em Abu Dhabi, Dubai e Bahrein.


Vale destacar que no início de abril o CEO e fundador da Binance elogiou os “regulamentos pró-cripto” da França. Recentemente, o presidente do país, Emmanuel Macron, se pronunciou sobre o mercado de criptomoedas na Europa.


Para Macron, tecnologias como blockchain, NFTs e metaverso representam oportunidades que não podem ser perdidas. Além disso, ele defendeu que o setor seja devidamente regulado, mas sem que haja prejuízos para a inovação. Acima de tudo, Macron destacou que quer que a Europa assuma uma posição de liderança neste mercado.


Fonte: Investing.com

bottom of page