top of page

Bitcoin fica “travado” em US$ 48 mil

O Bitcoin segue “travado” nesta quinta-feira (23), oscilando entre US$ 47 mil e US$ 49 mil.



O mercado de criptomoedas segue “travado” nesta quinta-feira (23), com a maior parte dos principais ativos do mundo registrando pouca variação, enquanto o Bitcoin (BTC) se mantém oscilando entre US$ 47 mil e US$ 49 mil.


A maior moeda digital opera em queda hoje, conforme o cenário segue indefinido no campo macro, em que investidores estão evitando ativos de maior risco neste fim de ano enquanto olham para o noticiário envolvendo a inflação nos Estados Unidos, decisões de política monetária e casos de COVID-19.


O movimento em geral no mercado nesta quinta é misto, com o Ethereum (ETH) seguindo a queda do Bitcoin, perdendo novamente a marca dos US$ 4 mil, ao passo que XRP (XRP) e Cardano (ADA) têm ganhos de mais de 2% nesta manhã.


Entre os destaques, a Terra (LUNA) passar por uma correção mais forte, recuando cerca de 10% após bater máxima histórica ontem em torno de US$ 94 (veja mais aqui), mas ainda acumula ganhos de mais de 100% apenas em dezembro.


Já entre as altas, atenção para Uniswap (UNI) e para Polygon (MATIC) após as duas empresas anunciarem que a primeira teve a versão 3 de seus contratos lançados na rede da segunda. Com a notícia, os tokens MATIC chegaram a bater sua máxima histórica durante a noite, em US$ 2,70.


Porém, a maior alta do dia fica com o NEAR Protocol (NEAR), saltando mais de 30% depois que uma integração com a rede de pagamentos descentralizada Terra foi anunciada pelos desenvolvedores na noite terça. As stablecoins UST criadas pela Terra agora são suportadas na rede Near de alta velocidade, disseram os desenvolvedores no anúncio.


SEC rejeita mais um ETF de Bitcoin à vista


A Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (SEC) rejeitou a proposta da companhia de investimento Kryptoin para lançamento de fundo negociado em bolsa (ETF) de Bitcoin à vista.


A decisão ocorre cerca de cinco semanas depois que a agência rejeitou o pedido de VanEck para um ETF do mesmo tipo.


O movimento da agência reguladora não chega a ser uma surpresa, já que seu presidente, Gary Gensler, já indicou sua preferência por um ETF de futuros de Bitcoin em vez de um produto que tenha a própria criptomoeda.


Vale lembrar que já existem dois ETFs de futuros de Bitcoin nos EUA, o ProShares Bitcoin Strategy ETF (BITO) e o Valkyrie Bitcoin Strategy ETF (BTF). Ambos começaram a ser negociados em outubro.


Regulação na Índia deve ficar para depois de abril


É improvável que um projeto de lei para regular as criptomoedas seja aprovada na Índia antes de maio de 2022, disseram várias fontes ao site CoinDesk.


A legislação ainda está em andamento e embora o projeto estivesse listado no site do Lok Sabha (a câmara baixa do Parlamento da Índia) para a sessão de inverno do Parlamento que terminou em 22 de dezembro, ele foi retirado nos últimos dias da sessão.


Embora tenha sido relatado que o governo “deseja realizar consultas mais amplas sobre o assunto”, o CoinDesk aponta que é improvável que o governo conclua essas consultas antes da próxima sessão do Parlamento, comumente chamada de Sessão do Orçamento.


Faltando cerca de um mês para essa sessão, é altamente improvável que o projeto de lei seja elaborado antes de pelo menos março, porque o Ministério das Finanças e as partes interessadas institucionais responsáveis ​​por formá-lo têm outras prioridades concorrentes, disseram três indivíduos que trabalham no tema.


Fonte: InfoMoney

Comments


bottom of page