top of page

Bitcoin vai a US$ 47 mil com aumento de juros na Europa

Banco da Inglaterra aumentou taxa de juros e provocou impacto negativo imediato em ativos de risco



Após rali na sequência do anúncio do Federal Reserve (Fed) que confirmou expectativas de redução dos estímulos econômicos e de aumento da taxa de juros nos Estados Unidos em 2022, as criptomoedas voltam a cair nesta sexta-feira (17) em meio ao aumento imediato dos juros no Reino Unido.


O Banco da Inglaterra (BOE, na sigla em inglês), antecipando uma medida esperada para o ano que vem, decidiu aumentar os juros em 150%, elevando a taxa base de juros da economia britânica de 0,1% para 0,25%. A mudança impactou diretamente os ativos de risco, entre eles o Bitcoin (BTC) e o Ethereum (ETH), que recuam 3,4% e 3,9% hoje, respectivamente.


“Bitcoin e [Big Tech] estão sendo punidos hoje à medida que os investidores realocam algumas de suas apostas de risco mais lucrativas”, disse Edward Moya, analista de mercado sênior da OANDA. “O setor de criptomoedas está passando por um grande reposicionamento e isso está levando a alguma pressão de venda indesejada, mas as perspectivas de médio e longo prazo permanecem firmes”, pontuou.


Em termos de análise gráfica, especialistas veem sinais positivos no Bitcoin que abrem espaço para um possível salto até US$ 55 mil no curto prazo. No entanto, se o noticiário continuar desfavorecendo ativos de risco, é possível ver uma gangorra nas duas últimas semanas do ano. Por ora, a avaliação é que a criptomoeda precisa segurar o nível de US$ 46 mil, considerado um importante suporte de longo prazo.


Algumas criptomoedas menores, no entanto, apresentam forte descolamento dos mercados tradicionais e sobem dois dígitos nesta manhã, caso da Arweave (AR), focada em armazenamento em nuvem via blockchain, que salta 13%.


Já o Convex Finance (CVX), um software que oferece rendimentos em criptomoedas, avança 10,8% após liberar depósitos em ETH ontem. Segundo o portal DeFi Llama, em pouco tempo de vida, o protocolo já acumula US$ 15,96 bilhões investidos e ocupa a terceira posição entre todos os projetos de finanças descentralizadas (DeFi).


Produtos de rendimento que rodam em contratos inteligentes, sem a intermediação de entidades centrais, costumam ganhar força em momentos de baixa dos mercados. No entanto, o investidor deve ficar atento: em 2021, golpistas roubaram US$ 2,8 bilhões enganando investidores desse tipo de solução, considerada de alto risco.


Fonte: InfoMoney

Comments


bottom of page