top of page

Dólar perde 97% do valor em relação ao bitcoin em cinco anos, diz estudo

Levantamento mostra que inflação e políticas econômicas dos EUA e alta no mercado cripto fizeram o dólar perder grande parte do valor em relação ao bitcoin.



O bitcoin é visto por muitos como uma proteção contra a inflação. Apesar de recentemente ter se movimentado de forma semelhante às ações norte-americanas, o histórico da criptomoeda aponta sua descorrelação de outros ativos. Um estudo recente realizado pelo Finbold apontou que o dólar norte-americano perdeu 97,5% de seu valor contra o bitcoin nos últimos cinco anos.


Uma das grandes razões para a desvalorização do dólar é a inflação - segundo outro estudo, nos últimos 50 anos, a moeda norte-americana perdeu 85% de seu valor. Enquanto o bitcoin utiliza de sua escassez como reserva de valor, o Fed imprimiu trilhões de dólares nos últimos dois anos para conter problemas econômicos em decorrência da pandemia.


Além dos fatores relacionados à política monetária estabelecida pelo Fed nos EUA, o dólar também sofreu uma forte desvalorização em relação ao bitcoin, principalmente por conta do grande aumento no preço da criptomoeda nos últimos anos.


Por conta do súbito aumento na inflação a nível global, grandes investidores e companhias, como a MicroStrategy e a Tesla, passaram a enxergar o bitcoin como um ativo capaz de proteger seu capital de intervenções políticas e econômicas, que pode assegurar a manutenção de seu poder de compra e aumentar o potencial de retorno de seu portfólio.


O Fed recentemente sinalizou um aumento na taxa de juros norte-americana como tentativa de barrar a inflação, a maior no país em 40 anos. “Com a inflação bem acima de 2% e um mercado de trabalho forte, o Comitê acredita que em breve será apropriado subir o patamar alvo para a taxa dos federal funds”, disse o órgão em comunicado.


De acordo com o CoinMarketCap, o bitcoin negocia cerca de 30% abaixo de sua máxima histórica - fazendo com que alguns investidores chamassem o período de um novo “inverno cripto”.


Alguns veem como uma oportunidade, como Chris King, CEO e fundador da Eagle Advisros, que comentou à CNBC: “Se estamos em um bear market [mercado em tendência de baixa], ainda podemos ter mais oito ou nove meses de preços se movimentando lateralmente, uma oportunidade para aventureiros saírem e deixarem os jogadores de verdade construindo a tecnologia”.


Fonte: Exame

Comentários


bottom of page