top of page

Maior investidor corporativo de Bitcoin compra mais US$ 414 milhões da moeda digital

Assim como El Salvador, que comprou 100 BTC neste final de semana, a MicroStrategy também aproveitou a queda para acumular mais moedas em sua carteira. Esta prática de aproveitar quedas para comprar está sendo estratégia frequente por grandes players



Michael Saylor, fundador e CEO da MicroStrategy, anunciou que a sua empresa adquiriu mais 7.002 BTC na segunda-feira (29). No total, a MicroStrategy possui agora 121.044 bitcoins em caixa, ou seja, 1 a cada 156 BTC em circulação estão na sua carteira.


De acordo com a empresa, a compra foi realizada com o dinheiro arrecadado por uma venda de suas ações, no quarto trimestre deste ano. Segundo declarações de Saylor, ele colocará cada centavo que puder em Bitcoin.


Por tratar-se de um ativo que possui um limite máximo de unidades, diferente do dólar ou do real, tanto Saylor quanto a sua empresa estão apostando que a escassez do Bitcoin fará com que ele se torne uma das formas de dinheiro mais usadas e procuradas no mundo em poucos anos, superando até mesmo o ouro como reserva de valor.


Oferta do Bitcoin é limitada, Saylor já entendeu isso


Como o número máximo de bitcoins que poderão existir jamais ultrapassará 21.000.000, mesmo que a MicroStrategy pare de comprar Bitcoin agora, ela já garantiu que 1 a cada 173,5 BTC esteja em sua posse. Ou seja, a empresa possui 0,58% da oferta total de Bitcoin.


Apesar disso, sua porcentagem é um pouco maior atualmente já que ainda faltam 2,114 milhões de BTC a serem minerados. Conforme a recompensa de mineração diminui a cada ~4 anos, a previsão é que o Bitcoin chegue a 21 milhões de unidades em circulação apenas em 2140.


MicroStrategy compra mais 7.002 BTC


Assim como El Salvador, que comprou 100 BTC neste final de semana, a MicroStrategy também aproveitou a queda para acumular mais moedas em sua carteira. Esta prática de aproveitar quedas para comprar está sendo estratégia frequente por grandes players.


Vale notar que a empresa de Michael Saylor não comprou apenas 100 BTC como El Salvador, e sim 7.002 BTC. A compra foi feita por um preço médio de 59.187 dólares, totalizando 414,4 milhões de dólares, valor equivalente a 2,32 bilhões de reais na cotação atual.


Com isso, a empresa já investiu 3,57 bilhões de dólares (R$ 20 bilhões) em BTC, um ativo escasso que, ao contrário do dólar, não sofrerá uma impressão desenfreada.


Até o momento, este investimento dobrou de preço, dado que o seu preço médio de compra foi de 29.534 dólares por BTC. Agora os bitcoins da MicroStrategy estão valendo 40 bilhões de dólares. Além disso, Michael Saylor também possui BTC em sua carteira privada.


Fonte: Livecoins

bottom of page