top of page

Negociações em Bitcoin crescem diante da desvalorização da moeda russa

Enquanto a cotação do rublo, moeda russa, cai a cada dia, as transações envolvendo Bitcoins atingiram a máxima dos últimos nove meses na Rússia.



Enquanto a cotação do rublo, moeda russa, cai a cada dia, as transações envolvendo Bitcoins atingiram a máxima dos últimos nove meses na Rússia. De acordo com dados da empresa de análise de blockchain Kaiko, os negócios com a criptomoeda em rublos atingiram US$ 1,5 bilhão na semana passada.


Grande parte das negociações aconteceram na Binance e foram incentivadas pelas sanções econômicas em razão da guerra contra a Ucrânia.


Rublo em queda livre


Com uma queda nas bolsas de mais de 30%, a cotação do rublo desabou nesta segunda-feira (28), atingindo valores mínimos diante do dólar e também do euro. A moeda russa foi negociada na Bolsa de Moscou a 90 unidades de dólar e chegou a 101,19 euros.


Com a situação catastrófica na economia, o Banco Central da Rússia elevou a taxa básica de juros em 10,5 pontos, atingindo 20%.


Sanções surtem efeito


Desde o início da guerra contra a Ucrânia, a Rússia vem sofrendo retaliações por parte das economias ocidentais, principalmente dos Estados Unidos e União Europeia.


Inúmeros países já anunciaram que vão excluir os bancos russos do sistema internacional de pagamentos bancários Swift.


Como a inflação no país comandado por Vladimir Putin já estava em níveis altos antes do conflito, agora a situação ficou ainda mais difícil, fazendo o Banco Central agir.


Criptomoedas no alvo das sanções


Com as sanções, a Rússia ficou isolada das negociações internacionais e as criptomoedas podem ser uma alternativa.


No entanto, há ameaças de que o governo norte-americano comece a restringir também as negociações russas em cripto, colocando exchanges que dão essa abertura em uma lista negra.


No fim de semana, o vice-primeiro ministro da Ucrânia, Mykhailo Fedorov, foi ao Twitter para pedir que “todas as principais exchanges de criptomoedas bloqueiem endereços de usuários russos”.


“I'm asking all major crypto exchanges to block addresses of Russian users.


It's crucial to freeze not only the addresses linked to Russian and Belarusian politicians, but also to sabotage ordinary users.”

- Mykhailo Fedorov

@FedorovMykhailo


Mas tanto a Binance quanto a Kraken se recusaram a cumprir a solicitação. A Binance informou que tem o compromisso de proteger os dados dos clientes e a Kraken de que não há exigência legal para cumprir tal pedido.


No entanto, o posicionamento mudou nesta segunda-feira (28) e a Binance informou que bloqueará todas as contas russas alvo de sanções. Já os usuários comuns ainda têm acesso às negociações em criptomoedas.


Fonte: Decrypt

Comments


bottom of page