top of page

Valkyrie lança o segundo ETF de futuros de bitcoin dos EUA

A gestora de ativos digitais anunciou o lançamento de seu ETF de futuros de bitcoin após obter aprovação da SEC



Na sexta-feira (22), a Valkyrie lançou o segundo fundo negociado em bolsa (ou ETF, na sigla em inglês) de futuros de bitcoin dos EUA, de acordo com um comunicado de imprensa.


O “Bitcoin Strategy ETF” da Valkyrie está sendo negociado na Nasdaq sob o código de negociação BTF e rastreia o valor dos contratos futuros de bitcoin da Bolsa Mercantil de Chicago (CME).


Contratos futuros são contratos financeiros que contraem o valor que depende ou deriva de um ativo implícito de referência. No caso dos futuros de bitcoin, o ativo de referência é o bitcoin.


“A aprovação de ETFs com base nos futuros de bitcoin da CME é um acontecimento positivo para o amplo ecossistema bitcoin e reflete um forte crescimento e demanda de clientes por exposição ao bitcoin”, afirmou Tim McCourt, líder global de índices de ações e produtos alternativos de investimento na CME.


De acordo com McCourt, a apresentação de ETFs de futuros de bitcoin é um “marco importante para derivativos cripto e será bastante complementar aos futuros, criando novas oportunidades para uma ampla gama de investidores institucionais e de varejo”.


Mais ETFs de futuros de bitcoin estão vindo aí


A Valkyrie, com sede no estado americano de Nashville, se tornou a terceira empresa de investimentos a obter aprovação da Comissão de Valores Mobiliários e de Câmbio dos EUA (SEC), seguida de ProShares e VanEck.


Esta semana, a ProShares se tornou a primeira a lançar um ETF de futuros de bitcoin na Bolsa de Valores de Nova York (NYSE) e obteve bastante sucesso: o “Bitcoin Strategy ETF” (BITO) da ProShares negociou US$ 280 milhões de ações em apenas 20 minutos.


Até o fim do primeiro dia de negociação (19), quase US$ 1 bilhão já havia sido negociado.


Logo após da ProShares vem o “Bitcoin Strategy ETF” (XBTF) da VanEck, que será lançado na NYSE na próxima semana.


O produto da VanEck será o mesmo tipo de ETF: investidores terão exposição à maior criptomoeda do mundo ao negociarem ações que representam contratos que apostam no preço do bitcoin.


Fonte: Decrypt

Comments


bottom of page